BOICOTE AS ENTIDADES E MARCAS QUE APOIAM A PRIVATIZAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

ATUALIZAÇÃO: ENTIDADES NEGRAS NEGAM APOIO AO CAMAROTE SALVADOR – CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS. 

Desesperada com a possibilidade de sofrer um embargo poucos dias antes do Carnaval, a Premium Produções Criações Artísticas Ltda, empresa responsável pelo Camarote Salvador, como já poderíamos prever, utiliza seu poder econômico e penetração na mídia para tentar confundir a opinião pública.

Para tanto, redigiu uma “Nota de Repúdio” mentirosa assinada por cerca de 20 organizações vinculadas ao Carnaval de Salvador, auto denominadas como o “setor produtivo do Carnaval da Bahia”. A Nota está construída de modo a passar a tese de que o pedido de apuração dos problemas judiciais do Camarote Salvador seriam suficientes para afetar todo o Carnaval da Bahia. E que os seus críticos – cidadãos e organismos públicos que defendem o cumprimento da Lei – estariam “de maneira oportunista e midiática” tentando “tumultuar e comprometer a festa de dezenas de milhares de turistas”, ou seja, de todo o público do Carnaval da cidade.

O Camarote Salvador age como se a cidade fosse a sua própria casa, considera a atitude da Defensoria Pública da União uma “violência contra o Carnaval de nosso povo”; e, ao mesmo tempo, busca desqualificar o ponto de vista dos seus críticos, tentando confundir os interesses do Camarote com o de todo o Carnaval.

A Associação dos Moradores de São Lázaro, uma das entidades que assinou a tal “Nota de Repúdio” recebeu R$ 8.000 em doações do Camarote Salvador (essa informação consta no Inquérito aberto pelo Ministério Público Estadual). Sabendo disso já podemos ter uma idéia do tipo de “vínculo” que existe entre o Camarote Salvador e as entidades citadas.

Apesar da surpresa de muitos ao se deparar com a lista de entidades que pactua com privatização da Praça de Ondina, não demorou muito tempo para que ficasse claro que a atitude dessas entidades não representa a opinião das pesssoas que a elas estão filiadas.

Ao longo do dia, diversos artistas e intelectuais utilizaram as redes sociais para declarar seu repúdio a estas entidades. Um internauta chegou a publicar a carta que enviou ao Fórum de Entidades Negras da Bahia:

Boa noite, sou um cidadão baiano e estou profundamente decepcionado com a atitude deste Fórum em assinar embaixo de uma nota de repúdio em favor do Camarote Salvador. Pela internet, nas redes sociais, não se fala em outra coisa, a vergonha de saber que vocês, representantes de entidades negras da Bahia (negros estes que são os maiores excluídos desta grande festa), apoiam os que criam e perpetuam um carnaval totalmente excludente, principalmente para o povo negro da Bahia.

A cantora baiana Mariella Santiago também manifestou seu repúdio ao apoio do Sindicato dos Músicos da Bahia ao Camarote que privatiza o espaço que é do povo:

Se você pertence a alguma das entidades abaixo assinadas e não concorda com esse apoio, DESLIGUE-SE JÁ. DESOCUPA SINDICATO DOS MÚSICOS DA BAHIA!!! Já rasguei minha carteira e toquei fogo, agora só falta ir lá e deixar de ser sindicalizada oficialmente. NÃO ME REPRESENTA!

Marcio Meirelles, diretor do Bando de Teatro Olodum, também fez questão de declarar publicamente seu repúdio:

A derrocada está próxima. O desespero toma conta do capital axé! ACM ressurge como emblema de uma elite desmoralizada e agarrada ao privilégio. Meu repúdio a quem apoiei:

Fórum de Entidades Negras da Bahia
Associação de Blocos de Samba
União de Blocos de Percussão (UBP)
Associação dos Afoxés
Associação dos Artistas Independentes
UNISAMBA
Associação Carnavalesca de Entidades de Sopro e Percussão
Sindicato dos Músicos Profissionais do Estado da Bahia
Lar Vida
Campanha Carnaval Sem Fome
Projeto Axé
Associação de Moradores de São Lázaro
Representantes dos Moradores de Ondina – Luis Lima Queroz

Além das entidades que pactuam com a privatização do espaço público, os internautas também fazem campanha ativa pelo boicote das marcas que patrocinam o Camarote Salvador. São elas:

DEVASSA
NEXTEL
AXE
INTIMUS
VEVO LIVE
IGUATEMI
BALLANTINES
ABSOLUT VODKA
ISTO É GENTE
LÊ CLUB ACCOR
AZZARRO
KENNER ORIGINAL
LISTERINE ZERO
MANUIA SPA
GOL LINHAS AÉREAS

CLIQUE AQUI PARA LER A NOTA PÚBLICA DIVULGADA PELO MOVIMENTO DESOCUPA.

CLIQUE AQUI PARA FAZER PARTE DO FÓRUM PERMANENTE DO MOVIMENTO DESOCUPA.

Anúncios

2 respostas em “BOICOTE AS ENTIDADES E MARCAS QUE APOIAM A PRIVATIZAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

  1. André Luís Santana nos informa: “Houve uso indevido do nome das entidades negras nesta lista. Diferente dos meus colegas de imprensa, estou apurando: Fórum de Entidades Negras, Unisamba e Associação dos Afoxés negam concordância com este documento.” – o que nos mostra mais o caráter da COISA….

  2. NOTA DE ESCLARECIMENTO

    Em relação à campanha “boicote as entidades e marcas que apóiam a privatização do espaço público” o sindicato dos músicos profissionais do estado da Bahia, entidade representativa da classe musical em nosso estado vem esclarecer:
    Que o papel do sindicato dos músicos é defender postos de trabalho para a nossa categoria e os camarotes representam a promoção de 18% destes postos de trabalho, no carnaval.
    Aos mesmos postos de trabalho que o poder publico não contribuir para o seu desenvolvimento, patrocinado a informalidade e a ausência de políticas publicam que venha fomentar a cadeia produtiva de musica.
    O sindicato esta trabalhando junto ao Trade do carnaval e turístico para amenizar os estragos feitos com a paralisação dos PM, estragos este de responsabilidade do poder publico.
    Estamos também assinando uma campanha “ CARNAVAL DE SALVADOR É MEU, É SEU, É NOSSO”, campanha nacional com o Trade para defender a MARCA CARNAVAL DE SALVADOR, por demais atacada nacional e internacionalmente.
    Assinamos também junto ao Trade o documento que foi enviado ao movimento reivindicatório dos PM, a impressa nacional e ao poder publico que teve grande impacto no desfecho do movimento.
    o Sindimúsicos-Ba (Fundado em 1960) nasceu com a função de articular, construir políticas publicas para o setor musical. Pelas ações que vem desenvolvendo, é um dos mais importantes Sindicatos de profissionais da cultura do país. Reativado em 1982 teve uma grande importância para a criação da OSBA (orquestra sinfônica da Bahia), na organização dos trabalhadores da música e para a profissionalização do carnaval de salvador. Em 2004 após o movimento “Reconstruir é Preciso” tomou posse uma nova diretoria que tem como prioridade criar critérios para as relações de trabalho, previdenciárias e mercadológicas.

    Participa ativamente das comissões de inspeção do trabalho do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) – Regional Bahia da comissão de relação previdenciária do INSS.

    Em 2008 participou ativamente do retorno da obrigatoriedade do ensino da música nas escolas, o que garante milhares de empregos para os trabalhadores da música.

    Garantiu também junto ao Conselho Municipal do Carnaval de Salvador o retorno da seleção pública após a lacuna de 11 anos sofridos. Com seleção pública de mais 160 artistas, instrumentistas (solo) e/ou bandas trabalhando e recebendo cachê, em um total de mais de 5.000 músicos sendo contratados de maneira formal.

    Sidnei Zapatta
    Diretor de Relações Institucionais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s